Curiosidades

Anunciantes do Jornal


CANTINA DO ZUZA

CASA DA CRIANÇA PARALÍTICA DE CAMPINAS

Via Lange Moda Íntima

Pesquise no Jornal

Sociedades de Bairros

Saiba onde retirar seu exemplar!
Vitor Lourenço

Dia dos Namorados no Brasil, Valentine´s Day no Mundo

10/06/2004

Thais e Vitor
No Brasil é um dia para troca de presentes. É o momento das lembranças entre os casais, através do presente demonstrar o carinho e amor que um sente pelo outro. Nem sempre os presentes são tão importantes quanto a data em si.
Segundo Thaís e Vitor, namorados há mais de um ano e ambos com 15 e 16 anos, para eles é um dia especial, onde curtem mais ainda um ao outro. “Achamos justo ter essa data em nosso calendário, pois é um dia que nos faz refletir o quanto é bom ficar com a pessoa amada. Esse é um dia especial para todos que se amam, sejam eles jovens, adultos ou idosos”, conclui o casal. Para os mais antigos as fases do namoro eram o flerte e depois o compromisso. Hoje tem o lance do “fico”. Agora são as três fases: “ficar”, “ficando” e “ficou”.
Mas a relação é a mesma, conhecem-se através de amigos, mantém-se em contato e se perceberem que se dão bem, assumem mesmo o namoro sério, mesmo que a “turma” ou os amigos concordem que não é hora ainda para namorar sério, mas muitos encaram mesmo o compromisso. Thaís e Vitor estão curtindo mesmo e até na escola se dão bem, estudam juntos, um sempre procurando ajudar o outro nas matérias, nos trabalhos escolares, mas conhecem casos de colegas que não se deram bem.
Finalizando, Thaís e Vitor mandam um recadinho pra todos: “Se você achou uma pessoa que gosta e se dá bem, aproveite o momento. Se for para namorar, isso irá acontecer naturalmente, não adianta forçar a barra. O que não vale é traição, mentira e falsidade - Namorar não é para ser feliz e sim fazer um ao outro feliz”.

VALENTINE´S DAY NO MUNDO


“Não é só “de” beijos que se prova o amor”. Através deste slogan, em 1949, o publicitário João Dória, instituía no Brasil o Dia dos Namorados. Ele era presidente da Standart Propaganda, responsável pela campanha publicitária da loja Exposição Cliper, uma das mais modernas da década de 40. A campanha era inspirada no Valentine's Day (Dia de São Valentim) norte-americano, comemorado em 14 de fevereiro. No Brasil, os comerciantes paulistanos ajustaram o calendário e o Dia dos Namorados é comemorado no dia 12 de junho. Isso para aquecer as vendas no mês de junho, tradicionalmente fraco nesse aspecto, e aproveitar a proximidade com o dia 13, festa de Santo Antonio, o santo casamenteiro segundo superstições brasileiras. O sucesso nas vendas não foi imediato. Foi preciso muitos anos para que essa data se tornasse sinônimo de romantismo e consumo.

A HISTÓRIA DE SÃO VALENTIM


Não é só no Brasil que os casais têm um dia especial para comemorar. Na maioria dos países da Europa e América do Norte a festa é comemorada tradicionalmente no dia 14 de fevereiro, dia de São Valentim, e é chamado Valentine's Day. Essa data tem sua origem na época do imperador romano Claudius II Gothicus, aproximadamente 300 anos antes de Cristo.
Naquele tempo todos os homens da cidade eram obrigados a ir para a guerra, mas os mais velhos não queriam abandonar suas famílias. Já os mais jovens se recusavam a ir para não abandonar suas namoradas. Com isso o imperador Cláudius, conhecido como "o cruel", teria proibido a realização de casamentos a fim de obrigar os homens a seguirem para a guerra. Um religioso conhecido como "Valentine" teria desobedecido a ordem do imperador e realizado casamentos escondido. Cláudius descobriu e ordenou que o padre Valentine fosse aprisionado. Mesmo na cadeia, continuava casando os apaixonados, até ser decapitado no dia 14 de fevereiro. A comemoração do Dia dos namorados nessa data é em homenagem a esse santo protetor das paixões.

O DIA DOS NAMORADOS NO MUNDO

Nem todos os países comemoram o Dia dos Namorados como no Brasil. Nos Estados Unidos o feriado foi fixado no calendário em 1700. Em 1840 a Esther A. Howland começou a produzir em massa lembrancinhas para comemorar o Valentinés Day. Desde então em todos os dias 14 de fevereiro as pessoas trocam cartões e lembranças que representam o carinho que sentem. Diferente do Brasil onde não só os namorados comemoram a data. “Quando mudei para cá achei e stranho, pois nesse dia meus amigos também me davam cartões , não só os namorados como no Brasil. Ë um costume diferente mas muito legal”, conta Danielle Bombonato, 18 anos, brasileira que mora nos Estados Unidos há 7 anos.
Na Itália as pessoas fazem um grande banquete no dia 14 de Fevereiro. Na Inglaterra as crianças cantam canções a recebem doces e balas de frutas de seus pais. Na Dinamarca as pessoas mandam flores prensadas umas às outras, chamadas "flocos de neve". No Japão a data foi introduzida em 1936 e o costume nesse dia é das mulheres presentearem os seus amados com caixas de chocolates. Na Inglaterra, Valentine's Day transformou-se em feriado por volta do século XVII. Namorados e pretendentes passaram a trocar bilhetinhos de amor e presentes.
Não importa o país ou a cultura, o Dia de São Valentim se tornou uma data especial e hoje ajuda a unir ainda mais os casais apaixonados e a demonstrar, para as pessoas queridas, o quanto elas representam. Presentes, cartões, bilhetes, flores, bombons... a forma cada pessoa escolhe a que mais lhe agrada

Redação / JBEN

Indicar esta página à um amigo

 

Matérias Anteriores:

 

Jornal Bairros em Notícia

Fone (19) 3233.3201 ou (19) 9128.0775
contato@bairrosemnoticia.com.br
Caixa Postal 756 - CEP 13001-970 - Campinas - SP