Editorial

Anunciantes do Jornal


SL Materiais Elétricos e Hidráulicos

CASA DA CRIANÇA PARALÍTICA DE CAMPINAS

Ô PASTEL!

Pesquise no Jornal

Sociedades de Bairros

Saiba onde retirar seu exemplar!
Vitor Lourenço

A participação de todos.

16/05/2004

A única versão contraditória do dito popular "a união faz a força" é na fábrica de açúcar União, mas fora disto o provérbio é forte e muito válido para determinadas situações e ocasiões.

Os moradores do Bairro Bosque estão ficando cada mais acuados nos seus direitos de ter uma vida normal.

Mesmo correndo os riscos diversos em que estão expostos no dia a dia nos limites da cidade, estão sendo "condenados" pela omissão das garantias em que o Estado deveria dar aos cidadãos no que diz respeito a sua segurança. Hoje, os moradores do Bosque e com certeza em vários outros bairros de Campinas, convivem com a violência em suas portas, praticadas por delinqüentes, travestis, traficantes e por aí afora.

Estão cada dia mais "presos" em suas residências, transformadas em verdadeiras "prisões domiciliares", quase sem direitos a "salvos condutos" para irem a padarias, supermercados, clubes, cinemas, teatros, escolas, etc, etc.

A maioria das autoridades civis e militares são sérias e desejam ajudar a comunidade, mas não podem agir sozinhas. Tem que obedecer a seus superiores hierárquicos, onde estes muitas vezes não têm idéia mais profunda do que ocorre na realidade, especificamente no Bairro Bosque onde a permanência dos travestis tem infernizado cada vez mais os seus moradores.
Existe um empenho muito grande por parte do CONSEG-União Centro-Leste em melhorar a situação do Bairro Bosque. Uma vez por mês na 2a. Segunda-feira do mês, às 19 horas, na Rua Br. de Jaguara, 190 - Centro (Colégio Ave Maria) ocorre reuniões mensais deste CONSEG. Para entenderem melhor, além da presença do Presidente do CONSEG-União Centro-Leste e da presidente da Sociedade Amigos do Bairro Bosque, existe como presença obrigatória um comandante da Polícia Militar e um Delegado do Distrito Policial que atendem o bairro, a saber, 2ª Cia do 35ª BPMI e 10º DP, os quais são designados pela Secretária de Segurança Pública do Estado de São Paulo como membros efetivos.

Estes senhores são designados exatamente para colherem e ouvirem todas as ocorrências e acontecimentos que existem no Bairro durante o mês anterior, para que sejam averiguados, muitas vezes resolvidos e o mais importante: nas próximas reuniões estes Senhores Comandantes são obrigados a prestarem contas aos participantes de como foram solucionadas as reivindicações ou como esta o andamento das mesmas.

Nestas reuniões do CONSEG está a grande oportunidade para todos os moradores do bairro Bosque participarem e ajudarem a resolver os problemas que tanto está assolando suas vidas. Basta a presença nas reuniões, não precisando se identificar e nem tão pouco pronunciarem nada, se assim quiserem. O fato da presença dos moradores mostra força política. O Governador vai ficar sabendo a quantidade de pessoas que esteve na reunião, pois estas reuniões têm atas e são informadas para a Secretária de Segurança Pública.

Atualmente a presença dos moradores nestas reuniões é inexpressiva perante o número de moradores do Bairro do Bosque que tem mais de 10.000 pessoas. Isto transmite às autoridades que a situação não é tão grave assim, pois os moradores não estão "nem aí" como diz a gíria do momento.

A única forma de mostrar às autoridades que o povo não suporta mais esta situação é a sua participação maçissa nestas reuniões, mobilizar o vizinho para ir junto, escalar um morador por vez para representar o seu condomínio, enfim COMPARECEREM nas reuniões.

A próxima é no dia 10 DE MAIO, às 19,00 horas no Colégio Ave Maria.

"A união faz a força" lembrem-se disso.”

Redação / JBEN

Indicar esta página à um amigo

 

Matérias Anteriores:

 

Jornal Bairros em Notícia

Fone (19) 3233.3201 ou (19) 9128.0775
contato@bairrosemnoticia.com.br
Caixa Postal 756 - CEP 13001-970 - Campinas - SP